O parto é um momento de muitas emoções, não só para as mães, mas também para os pais. Depois de nove longos meses em que nos fomos habituando a um sem fim de alterações nas nossas vidas, chega a hora de pôr um ponto final a uma etapa e dar inicio a uma melhor: uma vida junto do nosso bebé.

Tivemos nove meses para nos habituarmos à ideia do parto, sabendo que implica o início de uma nova etapa em que chegarão novos desafios que sem dúvida, enfrentaremos e superaremos com êxito. Preparámo-nos para ele!

No entanto, apesar de estarmos sensibilizados, existem ocasiões em que, por diferentes motivos, pensar no parto pode ser um autêntico quebra-cabeça para todos. Preparámo-nos para ele, sim, mas o medo de que as coisas não corram bem depois de tanto esforço, pode fazer com que não consigamos viver o momento como deveríamos.

Por este motivo, hoje resolvemos pôr fim a todos os seus medos para que, desta forma, enfrente o parto da melhor maneira possível, com energia positiva e disfrutando cada segundo.

Prepare-se para o parto

Estarmos preparados para o parto é crucial para que, chegado o momento, tenhamos os melhores recursos. Assim, é recomendado que, sempre que possamos, vamos a aulas de preparação onde nos ensinem, entre outras coisas, a respirar e a relaxar, para que assim não seja tão difícil. Além disso, podemos conhecer diferentes técnicas de relaxamento que nos ajudem a dizer adeus à ansiedade que aparece antes do parto.

“E se no parto esqueço tudo o que aprendi durante estas aulas?”. É um medo mais do que razoável e, porém, ilógico. No parto, terá a ajuda da sua parteira, cuja função principal é lembrar-lhe tudo o que precisa saber caso a dor ou os nervos a impeçam de se concentrar a 100%.

O bebé avisa sempre

A gravidez dura, em média, 38 semanas. A partir daqui, falamos do que se conhece como “depois do prazo”. Portanto, não devemos ter medo se não soubermos se estamos preparadas. Não vai chegar de surpresa!

A todo o momento devemos ter em conta que, qualquer mau estar que nos faça crer que o bebé vem a caminho, é motivo para ir ao hospital, ainda que possa resultar num falso alarme. Tranquilos, que é o mais provável.

Por outro lado, se começa com contrações, é possível que o parto esteja iminente. Desde a primeira contração até o bebé nascer, passam umas doze horas, por isso, uma vez mais, não devemos ter medo de não chegar a tempo ao hospital.

Estará em boas mãos

Todas temos medo que no parto as coisas não corram como esperávamos. No entanto, devemos ter em conta que estaremos nas mãos de uma equipa de especialistas que, com os seus conhecimentos, nos ajudarão a superar esse momento. Para além de toda a tecnologia necessária!

Durante o processo, e antes dele, também contará com o apoio do seu companheiro, que estará tão envolvido no parto quanto você, ainda que não seja de maneira direta. Não hesite em contar-lhe os seus medos para que a ajude a relaxar.

A dor não é insuportável

Cada pessoa tem uma perceção sobre a dor, pelo que haverá grávidas que consideram que dar à luz não implica nenhum problema, enquanto que há outras que terão muitas dores desde o primeiro momento.

Em qualquer caso, como já temos comentado, as técnicas de relaxamento aprendidas durante a gravidez podem ajudar-nos a aliviar os incómodos do parto, de modo a estarmos preparadas para superar o momento.

Outra opção é também o uso da anestesia epidural, que elimina a sensação de dor, ainda que haja mães que preferem não recorrer a ela. Se para si é a principal opção, deve assinar um consentimento e há que ser aplicada antes do parto estar numa fase avançada, já que tarda uns 20 minutos a fazer efeito.

Seja positiva!

Por muito inverosímil que possa ser, há um facto curioso sobre o parto: as mulheres que o enfrentam com pensamentos puramente negativos experimentam mais dor do que as que enfrentam o momento com energia positiva. O segredo está em que ao sermos positivos permite-nos libertar maiores quantidades de oxitocina, uma hormona que nos permite esquecer a sensação de dor.

Compartilhe com seus amigos!

Add comment


Security code
Refresh