Não podemos evitar ver com deslumbramento o nosso bebé. Os seus movimentos, a forma como olha o que o rodeia, tentando ambientar-se no seu novo lar … E, sobretudo, quando os vemos crescer. Crescer tanto como a baba que lhe escorre pelo queixo! 

Mães de todo o mundo, não se preocupem. O “babado” é uma etapa natural do bebé até ao momento em que nascem os dentes. Neste artigo vamos mencionar dados interessantes sobre esta etapa do bebé. Tomem nota! 

A que se deve a baba?

A baba, como o seu nome indica, consiste na secreção excessiva de saliva. 

Este fenómeno aparece no bebé a partir do segundo trimestre de vida que é quando se ativam as glândulas salivares. Os bebés, perante tal novidade, não sabem engolir a saliva e esta acaba por cair na sua roupa. Com a saída dos primeiros dentes de leite, a secreção aumenta e, nestes casos, a baba tem uma função importante de aliviar a sensibilidade das gengivas do bebé. 

A baba também se produz porque o sistema de deglutição dos bebés está treinado apenas para ingerir comida, normalmente leite materno ou de fórmula. 

Em conjunto com a saída dos primeiros dentes, este fenómeno antecipa o bebé para a ingestão de novos alimentos no decorrer dos meses.

 

Os benefícios da salivação

Quando falamos da salivação, referimo-nos a um constante processo de humedecimento da cavidade bocal, incluindo os dentes e a mucosa. Isto contribui para a correta deglutição dos alimentos e mantém o pH neutro, reduzindo assim a acidez das comidas. Além disso, tem uma importante função cicatrizante e fortalece os seus primeiros dentes, graças à sua contribuição de flúor e cálcio.

 

Possíveis complicações da baba

Quando os bebés se babam, estão com as mãozitas na boca a tentar mordê-las. Este é um bom sinal porque estão a nascer os primeiros dentes e a saliva contribui para o seu crescimento. 

Caso contrário, se não brinca com as suas mãos e a baba aumenta, pode ser devido a uma possível infeção, causando assim feridas na sua boca. O bebé pode sentir incómodo em engolir e, portanto, será mais complicado conter a saliva. Isto pode causado por uma alimentação incorreta. Nós podemos ver se tem feridas na garganta, no entanto, é fundamental procurar o pediatra para que confirme o diagnóstico e para que recomende o tratamento adequado para atenuar os efeitos.

 

Conselhos para lidar com a baba

Normalmente, a baba termina por volta do ano e meio de vida, quando todos os dentes já tiverem saído e já morde e já provou novos alimentos. Entretanto, os pequenitos continuarão a ensopar a sua roupa. Que podemos fazer durante este tempo? Aqui ficam os seguintes conselhos: 

  • Ter sempre à mão um babete. Este pode ser de algodão e, para evitar que molhe constantemente, pode forrá-lo para o limpar mais facilmente. Assim evitamos que a sua roupa se ensope e sofra de constipações ou possíveis resfriados. 
  • Limpe-lhe as mãos sempre que possa. Poderia causar-lhe uma infeção se coloca as mãos sujas na boca. Caso não esteja em casa, as toalhitas serão as vossas aliadas. 
  • Certifique-se que a comida que lhe dê está morna. Pode causar incómodo nas gengivas se está muito quente. 
  • Ao limpar o bebé depois de lhe tirar o babete, seque-lhe o pescoço. Esta zona encontra-se sempre húmida e poderá apanhar fungos se não resolveremos logo o assunto. 
  • Como a baba é um indício de que o bebé tem os dentes a romper, os mordedores serão ideais para aliviar a sensibilidade das suas gengivas.

 

Add comment


Security code
Refresh